Documentações de Bebês em Belo Horizonte/MG

Maternidade Real

Bom dia!!!

Quando nascem os nossos bebês, nasce também o nosso novo universo. O universo da maternidade, das preocupações, das obrigações, do amor incondicional, da felicidade… E dentre as obrigações de nós pais está a inserção dos nossos pequenos na sociedade. E nada melhor exemplifica esta inserção do que os nossos documentos pessoais. Mas quais documentos e onde tirar em BH?! Para acabar com essas dúvidas coletei algumas informações…Seguem abaixo:  =)

Carteira de Vacinação:

A caderneta de saúde da criança (CSC) é na verdade um livreto, que vem com explicações e registros relacionados à saúde infantil, bem como: vacinação, história obstétrica e neonatal, indicadores de crescimento e desenvolvimento, alimentação, aleitamento materno, etc. Veio para substituir o cartão de vacinação de antigamente. Geralmente é dado na rede pública, ainda no pré natal às mães, já nos hospitais particulares é dado após o nascimento do bebê.

Certidão de Nascimento:

Quando você ainda está na maternidade, o hospital te dará um papel que tem o nome de Declaração de Nascido Vivo (DNV). Com este papel, o pai da criança (e/ou você), deverá ir ao cartório de sua região e solicitar a emissão da Certidão de Nascimento. Para a primeira via do documento, não haverá custo. A documentação necessária para a emissão são as seguintes:

Para pais casados:

– RG original de ambos os pais

– DNV (Declaração de Nascido Vivo)

– Certidão de casamento

Para pais não casados:

(Ps.: Nesse caso os pais devem ir juntos ao cartório)

– RG original de ambos os pais

– DNV (declaração de Nascido Vivo)

Fiquem atentos quanto ao prazo!!! São 15 dias para registrar o bebê. Existem duas outras exceções de prazos, caso somente a mãe puder ir registrar a criança ou se os pais morarem a mais de 30km de um cartório. Se você se  encaixou em uma dessas duas exceções, dê uma olhada nesse site: http://www.guiadocumentos.com.br.

CPF:

O CPF do Raul, eu tirei em uma agência dos Correios, mas também pode ser solicitado na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil. Pela internet, infelizmente não se pode tirar CPF de bebês, pois precisa do número do título de eleitor. =/ (Seria tão mais fácil!!) O custo foi de mais ou menos R$5,70.

As documentações necessárias são:

– Certidão de Nascimento

– RG de um dos pais da criança

O CPF agora não vem mais naquele cartão azul. Agora após a inscrição em uma desses locais, você recebe um número que será necessário que você o valide no site da receita federal (www.receita.fazenda.gov.br) e imprima o cartão.

Ps.: O CPF é necessário para a maioria dos convênios médicos. Ao realizar a inserção do seu filho no convênio, eles solicitam o número.

RG:

A identidade em BH pode ser emitida na Polícia Civil, na Câmara Municipal ou em um dos UAIs (Unidades de Atendimento Integrado). A emissão da primeira via também é gratuita.

Documentação necessária:

– RG do responsável

– 2 fotos 3×4 atuais da criança

– Certidão de Nascimento da criança

Ps.: A identidade é muito mais prática para carregar na bolsa do bebê do que a certidão, pois muitos lugares (tipo: consultórios médicos, hospitais, viagens, etc) só aceitam a versão original, o que acaba amassando e estragando dentro da bolsa.

Site para tirar dúvidas: http://www.cmbh.mg,gov.br

Passaporte:

Ps.:  O passaporte somente é necessário se caso forem fazer uma viagem internacional com seu bebê para fora da América do Sul.

Para emitir o passaporte da criança, você deverá entrar no site da polícia federal (www.dpf.gov.br) e solicitar a emissão. Nesse site tem um formulário que você deverá preenchê-lo com os dados necessários e após o preenchimento, deverá agendar uma data e um horário para levar a documentação solicitada em um dos postos da polícia federal aqui em BH. Ao final do agendamento será emitida uma guia que deverá ser paga, no valor de R$156,07.

A documentação que será solicitada do bebê:

– Certidão de Nascimento

– RG e CPF (se já tiver)

– 1 foto 5×7, com o fundo branco, sem data e colorida

– Autorização de emissão do passaporte para crianças (o modelo também está no site): é somente imprimir, preencher e assinar por ambos os pais.

Os pais deverão estar presentes no dia agendado, juntamente com a criança, portando toda a documentação solicitada e a guia da emissão do passaporte paga.

Maiores informações encontramos no site da polícia federal. O site é bem explicativo e de fácil entendimento. Fiquem atentos quanto a validade dos passaportes dos bebê, que até cinco anos varia muito. Após os cinco anos, a validade é normal (igual a de um adulto).

Com amor,

Ana Maria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s