Mudança de rotina…

Bom dia!

Ano novo e também vida nova aqui na nossa casa. Raulzito vai para escola! Já estamos nos preparando para a nossa nova rotina. Lembram da vaga na UMEI que estávamos tanto almejando?! Então… conseguimos! O Raul foi contemplado em duas escolas das seis que havíamos inscrito o nome dele. Desta forma pudemos escolher a escola que mais nos atendia. Queria ressaltar a força que o nosso pensamento tem… eu ficava imaginando o Raul já na escolinha que eu queria e uma dessas duas que ele foi contemplado era exatamente a que eu queria. No dia em que fui fazer a inscrição eu me identifiquei muito com a coordenadora dessa escola, pela metodologia dela e pela paz que ela me transmitiu… fiquei muito feliz por ter conseguido! Esse mês teremos um texto sobre a metodologia e a proposta que a UMEI promete, ok?! Para quem não é daqui de Belo Horizonte, UMEI (Unidades Municipais de Educação Infantil) é uma escola da prefeitura para crianças de até 06 anos de idade. Temos mais de 120 UMEIs distribuídas por BH afora. Não é fácil conseguir vagas, pois as vagas destinadas às crianças não vulneráveis e sem deficiência física são apenas 20% das vagas distribuídas. Mas nós estamos aqui para provar que é possível conseguir! Força de vontade, fé e pensamento positivo são fundamentais para que se consiga as coisas.

Com o Raul na escolinha eu também tenho meus projetos profissionais esse ano. Estarei me preparando para fazer mestrado e abrirei mais horários em minha agenda para atender pacientes novos. Com esses planejamentos necessitarei do meu tempo organizado para me dedicar aos planejamentos terapêuticos, ao inglês e as matérias que a prova de mestrado me cobrará. Também teremos um livro do Fissurada na Maternidade esse ano! Super novidade para vocês! Terminei de escrever um livro para mamães e papais que estão sendo inseridos no mundo de fissura e em 2017 será lançado. Logo, a mudança de rotina foi mais que necessária para que a gente consiga dar conta de tudo por aqui. Já escrevi um post falando sobre a importância de rotina na vida dos nossos pequenos, vale a pena reler aqui. A adaptação merece força de vontade e paciência. Não é fácil conseguir dormir as 20:30h nesse calor de 59 graus de Belo Horizonte… risos… ainda mais em pleno horário de verão. Estamos na fase de adaptação. Raul terá que acordar às 06:00h da manhã para ir para a escolinha e eu terei que voltar a acordar às 05:30h para preparar as coisas antes de sairmos. Uma tarefe não muito fácil para quem estava há quatro anos sem ter que cumprir horários tão a risca.

A rotina sem dúvidas é fundamental para um equilíbrio geral da nossa vida. Se tivermos com a rotina equilibrada, conseguimos um emocional mais forte, uma saúde melhor e uma vida bem mais produtiva e feliz. Rotina não significa fazer tudo no mesmo horário e ter uma vida monótoma, mas sim uma vida com mais organização e planejamento. A rotina te ajuda a desenvolver melhor seus planos, a estar presente no momento presente, a ter foco, ter objetivo, ter sabedoria para entender que só você é capaz de fazer com que sua vida seja melhor e mais produtiva. E isso traz consequências positivas para quem está a sua volta, principalmente pros pequenos que precisam tanto da gente bem. Experimentem colocar rotina na vida de vocês.

Com amor,

Ana Maria.

Ps.: Nesse site vocês podem ver a listagem das UMEIs com os endereços e os telefones.

http://portalpbh.pbh.gov.br/pbh/ecp/comunidade.do?evento=portlet&pIdPlc=ecpTaxonomiaMenuPortal&app=educacao&tax=49442&lang=pt_BR&pg=5564&taxp=0&

Rotina, uma necessidade.

Bom dia, gente!

Quem  já passou por crises de desespero quando seu filho:

– troca a noite pelo dia

– fica “enjoadinho” o tempo todo e não se tem um motivo aparente

– não quer comer quando se é a hora do almoço

– faz birras em filas de supermercado

– faz birra para tomar banho, escovar dentes, vestir roupas, etc.

Ah poderia listar aqui inúmeras situações que já passei e sei que muitos pais passam mas, o texto iria ficar grande demais… Nesse momento só pensamos no que estamos fazendo de errado, não é mesmo?! Meu real objetivo com esse texto é tentar despertar em vocês a importância de uma rotina e descrever como criei a rotina aqui em casa do Raulzito.

Podemos encontrar muitos livros, textos, artigos científicos que abordam o assunto… A rotina engloba as necessidades fisiológicas e sociais. Na infância não está somente relacionada a organização de tempo e espaço,  mas também ao crescimento pessoal, emocional e interpessoal. Resumindo pra vocês, a grande importância da rotina está em ensinar a criança a ter controle emocional, oferecendo a ela ferramentas adequadas para que possa lidar com questões do dia a dia, limites e regras.

É papel de nós pais ensinar a criança a distinguir as coisas certas das erradas, as más das boas, a esperar, e perceber que tudo tem seu tempo e sua hora. Através de uma rotina bem estruturada, além de conseguirmos alcançar estes objetivos, construímos um vínculo afetivo muito maior do que já temos com nossos pequenos, pois eles se sentem mais seguros quando tomamos o “controle” de tudo e assim sabem que podem contar conosco quando estão inseguros com seus sentimentos.

Aqui em casa, como já disse a vocês, desde o primeiro dia do Raul em casa já temos rotina estabelecida. Eu e Rodrigo sempre conversamos e procuramos adequá-la ao nosso dia a dia e vamos adaptando a rotina a medida que o Raul vai crescendo e dando conta de uma atividade nova. Há um mês atrás mais ou menos, comprei este quadro de horários (vou colocar o link para vocês de onde comprei no fim do post, ok!) onde todos os dias ao acordar, eu e Raul fazemos a nossa rotina diária. Nela colocamos atividades desde higiene até tarefas diárias que ele consiga fazer com a nossa ajuda, como por exemplo arrumar a cama.

20150428_172931
Escolhemos a ordem das coisas a serem feitas no dia, mas algumas tem horários definidos, como por exemplo: almoço, soneca e banho.
20150428_173210
Algumas das fichas que fiz para ele: tomar banho, fazer atividades, escovar os dentes, brincar, etc.
20150428_172952
O quadro vazio para vocês verem como ele é. Ele pode ser lavado sem problemas, olha que maravilha! As partes onde colocamos as fichas são de velcro e plástico na frente. Ainda não utilizo as horas, utilizo todos os espaços somente para atividades. Assim que Raul ficar um pouco maior, irei utilizar a coluna das horas para a devida finalidade. Até mesmo para ele começar a se familiarizar com os números.
20150428_172630
… decidindo o que iremos fazer no dia. 😊

Só não cumprimos com os horários certinhos nos fins de semana, pois deixamos ele mais livre. Preocupando somente com seus cuidados de higiene, alimentação e brincar. Se já temos algo planejado para o fim de semana já avisamos a ele ao acordar, como por exemplo: “Raul, hoje vamos a pracinha depois do lanche da manhã” ou “Raul, hoje vamos a casa do vovô andar a cavalo a tarde, depois da soneca”. Procuro o colocar sempre para nos ajudar aqui em casa. Ele participa da escolha da sua roupa, na arrumação da casa, na organização dos brinquedos, no livro que iremos ler antes de dormir e até na hora de fazer almoço comigo e a janta com o pai. Mandamos fazer essa cadeirinha de madeira com o assento maior, para que ele fique em pé nela e não tenha perigo de cair. Quando vamos fazer algo na cozinha colocamos ele na cadeira e ele fica se sentindo! (risos)

20150429_185458
É uma cadeirinha de alimentação normal, somente com o espaço do assento maior para que ele possa se movimentar dentro dela em pé.

Há uma importância muito grande em se deixar um espaço durante o dia para a criança brincar, assistir televisão (pessoal, programas educativos, por favor!), ler livros ou alguma outra atividade. Lembrem-se são crianças precisam de BRINCAR e serem CRIANÇAS!!! A rotina precisa ser bem estruturada e pensada nas crianças para ter sucesso no objetivo planejado.

Com amor,

Ana Maria.

P.S.: O link do ateliê que encomendei o quadro de horários do Raul é http://www.atelieanitarighi.blogspot.com.br.