Cuidados com a cicatriz após a labioplastia

Bom dia!

Hoje vou esclarecer algumas dúvidas em relação aos cuidados necessários com a cicatriz após a labioplastia ou queiloplastia.

Após a cirurgia o que devemos fazer é limpar sempre os pontos com água e sabão na hora do banho, tomando cuidado para não apertar demais os pontos. Lavar bem de leve! Não é necessário passar nada para limpar, nenhum produto, como por exemplo soro fisiológico com algodão. Algumas mamães passam algodão ou limpam com gaze, mas isso pode causar atrito nos pontos e muitas das vezes quando se passa algodão gruda pedacinhos nos pontos, o que não é legal e pode causar até mesmo infecções, então o ideal é somente lavar com água e sabão, secar com bastante cuidado com uma toalha macia e fazer o uso da pomada cicatrizante que o médico solicitar.

É importantíssimo não tomar sol por no mínimo três meses para que a recuperação da cirurgia tenha um bom resultado com uma melhor cicatrização. Após os pontos caírem e passados esses três meses iniciais, se for tomar sol, mesmo que seja indiretamente, deve-se usar bloqueador solar. Nós ficamos um ano sem expor o Raul ao sol, e até hoje uso bloqueador e um boné quando vamos passear no sol. A pediatra do Raul recomendou o uso de uma pomada para diminuir a cicatriz, e desde a caída dos pontos começamos a usá-la.

Passados trinta dias após a cirurgia e a queda completa dos pontos dos lábios, provavelmente o fonoaudiólogo que atende seu baby deverá passar uma sequência de massagens para melhorar a mobilidade e o alongamento da área operada, a fim de evitar o enrijecimento da cicatriz. A massagem será compreendida por movimentos circulares, para cima e para baixo, e de dentro para fora da musculatura envolvida. Esses exercícios deverão ser feitos diariamente, no mínimo três vezes ao dia,  o máximo de tempo que conseguir. Eu fazia durante o banho do Raul e quando ele estava dormindo, que eram os momentos que ele me deixava colocar os dedos dentro da boquinha dele. Abaixo estão figuras demonstrando algumas massagens que passamos, mas a importância de se ter um fonoaudiólogo acompanhando e ensinando a fazê-las corretamente não é diminuída, ok?! Seja sempre acompanhado por algum profissional que o ensine a realizar corretamente.

73797379a7379d

A importância dessa massagem é justamente para a cicatriz ficar mais maleável e não prejudicar na articulação da fala, na movimentação dos lábios e para dar um resultado estético melhor na posição dos lábios.

O resultado da cicatriz vai depender muito da tonalidade da pele da criança e da genética em relação à cicatrização, mas seguindo essas dicas e cuidados no pós operatório o resultado já é muito satisfatório.

IMG_20150811_102654
Foto do meu príncipe Raul com o resultado da cicatriz dele. 😍

Com amor,

Ana Maria Poças

CRFa 6-7185

 Ps.: As figuras demonstrando as massagem são do link http://www.amigonerd.net.

Antes e depois das cirurgias 😊

Bom dia!!!

É com imenso prazer e com muito alívio que escrevo este post, afinal tem apenas cinco dias que o meu príncipe fez a palatoplastia, sua segunda cirurgia. A história das cirurgias começaram quando o Raul tinha 04 meses, onde realizou sua primeira cirurgia a labioplastia. A segunda foi agora com 01 ano e 04 meses. Os dias antecedentes as datas das cirurgias são pra mim um martírio… não consigo parar de pensar e ficar preocupada… mas, quando tudo passa vem a calmaria. Só consigo olhar para trás e agradecer!!! O Raul como sempre me matando de orgulho, não me deu trabalho nenhum. Deus foi muito generoso comigo em me dar um filho tão lindo!!! =D

O pós operatório do Raul foi bem tranquilo, tanto o primeiro e este também está sendo, claro que ele sente um pouco de incômodo nos pontos e fica ainda mais incomodado em não poder tomar mamadeira e nem comer nada sólido. Mas aqui em casa sempre começamos a prepará-lo com um tempinho antes, por exemplo a última cirurgia dele foi dia 07/01/2015 e ele parou de tomar mamadeira no dia 01/01/2015 e começou a comer papinhas líquidas/pastosas finas nesse mesmo dia. Então pra gente está sendo um pouquinho mais fácil com a rotina dele. Eu e o Rodrigo adotamos também a mesma dieta do Raulzito. Aqui em casa não se encontra nada de comer a vista dele, está tudo guardado nos armários para evitar que desperte a vontade nele. (risos)

Em relação as cirurgias, elas são bem tranquilas. A cirurgia é realizada por sedação e anestesia geral, por isso é muito mas muito importante mesmo, que a criança esteja bem de saúde. A criança fica internada de um dia pro outro no hospital para acompanhamento do pós operatório. A cirurgia do palato durou duas horas e meia, pois ele precisou de colocar tubinho de ventilação nos dois ouvidos, o que também é muito comum em fissurados palatais. (Esse é um tema para um novo post.)

Para quem fica curioso em saber como ficam nossos bebês após as cirurgias, abaixo estão as fotos de: um dia antes, após a cirurgia ainda no ambulatório e uma semana depois após caírem os pontos, respectivamente:

collage4_wm

Abaixo as fotos as duas que estou de blusa verde foram tiradas após o procedimento da palatoplastia. As duas outras do Raul sozinho, um dia após a cirurgia.

collage6_wm

O pós operatório imediato, quando eles entregam seus bebês que acabaram de acordar da anestia é um pouco assustador, pois a criança fica chorando muito e ainda está confusa com tudo o que aconteceu. Afinal elas estavam bem, brincando e quando acordam, estão em um lugar estranho e com dor, imaginem!? Outra coisa que quero alertar é que nesse momento ao encontrarem seus bebês, eles vão estar sangrando muito, muito mesmo!!! Apesar de assustador é normal e o sangramento para no mesmo dia. Eu sabia que sangrava, mas até eu me assustei quando vi o Raul nessa segunda cirurgia. O porquê de tanto sangue é o seguinte: ao consertarem o palato (céu da boca), os médicos também refazem o assoalho do nariz (a parte debaixo do nariz) e esta parte é muito vascularizada, ou seja tem muitos vasinhos sanguíneos o que faz sangrar muito.

Mamães e papais de fissurados, não se assustem com o pós operatório. Apesar de assustador, é super tranquilo!!! Vocês vão me dar razão quando tudo passar. Passem tranquilidade para seus babys, eles precisam de vocês!!! Sejam fortes que tudo fica bem mais fácil!!!

Com amor,

Ana Maria.

A escolha pelo local de tratamento do Raul

Quando soubemos que o Raul iria nascer com a fissura lapiopalatina tínhamos uma dúvida: Onde iríamos procurar ajuda?. O centro mais conhecido para tratamento de má formações craniofaciais é o Centrinho de Bauru, que fica em São Paulo, a 731km de distância de Belo Horizonte. A princípio, essa era a minha escolha. Como fonoaudióloga sempre ouvi falar de lá, tive professoras que fizeram especializações naquele centro, conheço fonoaudiólogas que trabalharam lá e mamães de fissurados que optaram pelo tratamento ali. Mas, viajar com o meu príncipe operado me doía o coração. Foi conversando com inúmeras pessoas, dentre elas as que eu citei acima, que conheci um novo e conceituado centro, aqui mesmo em Belo Horizonte, que também é especializado no assunto, o Centrare. Ah, fiquei aliviada por saber que poderia fazer aqui mesmo o tratamento e ansiosíssima para conhecer o lugar!!!

O Centrare fica no Hospital da Baleia, no bairro Saudade.  Antes do Raul nascer, procurei saber como era o funcionamento além de marcar uma triagem com os profissionais do centro, para que me explicassem como seria o tratamento do meu filhote. A equipe de lá é composta por cirurgiões plásticos, enfermeiros, nutricionistas, fonoaudiólogos, psicólogos, entre outros. Saí da triagem com a certeza de que iríamos tratar do nosso Raul lá. Eles me tranquilizaram muito, explicaram a cronologia do tratamento, com quanto tempo de vida iria começar as cirurgias, a alimentação, os cuidados necessários, a higienização, etc. O tratamento é todo custeado pelo SUS (Sistema único de saúde), não existem as categorias particular ou plano de saúde privado. O tratamento é de excelência.

Com quatro meses de vida, o Raul realizou a primeira cirurgia (a labioplastia). A cirurgia ficou perfeita!!! Em breve farei um post sobre o antes e o depois das cirurgias e vocês poderão concordar comigo. A próxima cirurgia, a palatoplastia, já está chegando (A preocupação sempre nos acompanha, viu?! Isso não muda nunca (risos)). Ela também será realizada pelo mesmo médico que o operou na labioplastia, o Dr Hugo Leonardo, que por sinal é fera no assunto e uma graça de pessoa!!! Os cirurgiões que atendem no Centrare são os melhores de BH. Podem procurar pelo tratamento lá que vocês estarão em boas mãos e farão uma ótima escolha!!!

A página do Centrare que encontrei não está muito atualizada, mas dá pra vocês terem uma ideia do que se trata pelo site o Hospital da Baleia. Seguem abaixo os dois links para vocês darem uma olhada:

http://www.pucminas.br/centrare/

http://www.hospitaldabaleia.org.br/pt/conteudo.php?c=3&t=1&i=192

O segundo link entra direto no site do Hospital da Baleia e nele vocês têm informações de como ser atendido no Centrare, ou seja, dá as coordenadas burocráticas para o atendimento. Encontra-se, também, uma cartilha explicando mais sobre fissuras. Não deixem de ler!!!

Com amor,

Ana Maria.